Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
RIVER/PI VENCE BAHIA E FAZ HISTÓRIA NA COPA DO BRASIL 2020
06/02/2020 09:42 em Esporte

River-PI, da Série D do Brasileiro, destrona Tricolor de Aço na Copa do Brasil logo na primeira fase. Vitória por 1 a 0 faz clube piauiense ganhar R$ 650 mil, quase quatro vezes a folha salarial do time.

06/02/2020


--:--/--:--

Melhores Momentos de River-PI 1 x 0 Bahia pela primeira fase da Copa do Brasil

A segunda vitória do River-PI no ano veio com um sabor diferente. Ou melhor, cifras R$. Também deu adeus à crise instaurada no clube após a fase ruim no Campeonato Piauiense (o time é lanterna com apenas um ponto em três jogos), superou de vez a demissão de Márcio Goiano e o grupo conseguiu provar que é capaz de mostrar resultado.

Demorou, mas as vitórias no Poleiro chegaram de vez e, para a alegria geral do Galo, no momento mais preciso financeiramente e emocionalmente. A classificação à segunda fase da Copa do Brasil faz o River-PI ter do dia para a noite R$ 650 mil na conta. O clube "ficou rico" com um estalar de dedos. Na verdade, após a cobrança de falta de Jean Natal.

O duelo decisivo pela primeira fase da Copa do Brasil foi o lugar ideal para mostrar que o elenco "sim, pode chegar". A torcida empolgou do início ao fim no estádio Albertão, em Teresina. Em campo, um River-PI com folha tímida de R$ 150 mil contra um Bahia de orçamento milionário. No duelo Série D x Série A, duas equipes em situações distintas financeiramente, mas que a Copa do Brasil nivelou no traiçoeiro mata-mata, jogo único.

O gol do meia Jean Natal, aos 42 minutos do segundo tempo, sacramentou a classificação do Galo e vai possibilitar equilibrar o caixa do tricolor piauiense. O certo é que a vitória garante um acréscimo de R$ 650 mil reais de cota nos cofres do River-PI. Esse número é quatro vezes maior à folha salarial mensal do clube, estimada em R$ 150 mil.

 

Somando ao primeiro valor recebido pelo Galo para a participação na primeira fase, só de Copa do Brasil o River-PI arrecadou R$ 1,2 milhão de cota. Dinheiro já comprometido com a folha salarial do grupo e despesas de funcionários e manutenção do CT Afrânio Nunes. A alegria pela permanência na Copa do Brasil, contudo, não disfarça um início de jogo atípico com pouquíssimas finalizações e criação abaixo do esperado.

Chama atenção para a quantidade rala de chutes ao gol por parte do time da casa: apenas sete em mais de 90 minutos de bola rolando. Nos primeiros 45 minutos de partida, o River-PI chutou ao gol somente duas vezes, uma com Valdo Bacabal e outra com Érico Júnior. No segundo tempo, uma delas entrou.

--:--/--:--

Outro ponto que ainda precisa de uma atenção especial é a linha defensiva. Nos primeiros minutos de jogo, alguns erros da zaga do Galo que poderiam determinar a vitória do adversário. O individualismo em jogadas ofensivas também se sobressaiu, principalmente pelo lado esquerdo.

 

Para ir além, o clube piauiense vai em busca de uma vaga na terceira fase da Copa do Brasil, desta vez diante do América-RN. O confronto ainda não teve data definida pela CBF, mas as duas equipes fazem um aquecimento no domingo, em confronto válido pelo Nordestão. A partida também será no estádio Albertão, em Teresina.

 FONTE : GLOBO ESPORTE PIAUI

COMENTÁRIOS