PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
ARMAZÉM PARAIBA
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Coronel aliado de Bolsonaro é preso pela PF por suspeita de tentativa de golpe
11/02/2024 17:43 em Polícia

Foto: PF

 

Foto ilustrativa

O coronel do Exército Bernardo Romão Corrêa Neto foi preso pela Polícia Federal (PF) após chegar ao Brasil, na madrugada deste domingo (12). Corrêa Neto está preso no Batalhão da Guarda Presidencial e passou por audiência de custódia pela manhã.

Suspeito de apoiar a tentativa de golpe de Estado, ele estava nos Estados Unidos e foi o quarto alvo dos mandados de prisão preventiva expedidos pelo ministro Alexandre de Moraes do Supremo Tribunal Federal (STF).

Durante a Operação Tempus Veritatis, na última quinta-feira (8), que mirava o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e seus aliados, foram detidos Filipe Martins, assessor especial de Bolsonaro, o coronel Marcelo Câmara e o major Rafael Martins.

Além deles, o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, também foi preso. Alvo de mandados de busca e apreensão, Costa Neto foi detido em flagrante após ser identificado com uma arma ilegal em sua residência, localizada em Brasília.

Também foi encontrado com ele uma pepita de ouro, avaliada em mais de R$11 mil e proveniente do garimpo, segundo a PF.

Corrêa Neto havia se deslocado para os Estados Unidos no dia 30 de dezembro de 2022, sendo a mesma data em que Bolsonaro e assessores deixaram o Brasil.

 

Fonte: SBT News

COMENTÁRIOS