PUBLICIDADE
Publicidade
PUBLICIDADE
ARMAZÉM PARAIBA
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Secretaria da Cultura lança Piauí Junino e certifica mestres da cultura nesta quinta (23)
22/05/2024 19:46 em Piaui

Durante o evento, será lançado o selo “Piauí Junino”.

 

A Secretaria da Cultura do Piauí (Secult) lança, nesta quinta-feira (23), às 11h, no Auditório Sulica, localizado na sede da Secult, o Piauí Junino, celebrando as tradições e festividades juninas do estado. A iniciativa contará com a apresentação dos principais eventos patrocinados pelo Governo do Estado, incluindo o São João do Arraial, São João do Piauí, Encontro Nacional de Folguedos e a Cidade Junina de Picos.

Durante a cerimônia, também serão diplomados cinco Mestres do Patrimônio Vivo, aprovados no último chamamento “Mestre Gregorinho”. Essa diplomação reconhece e valoriza a contribuição dessas personalidades na preservação e promoção da cultura popular piauiense.

Na ocasião, será lançado, também, o selo “Piauí Junino”, que reúne todas as festividades juninas contempladas pelo Sistema de Incentivo Estadual à Cultura (Siec) ou patrocinadas diretamente pelo Governo do Estado. Isso inclui grupos de bois, reisados e diversos festivais que enriquecem e mantêm vivas as tradições culturais do Piauí.

Para o secretário da Cultura, Carlos Anchieta, o momento é de celebração dupla, pois o evento é uma valorização da riqueza e diversidade da nossa cultura popular, com um foco especial nas festividades juninas que são tão significativas para o povo do Piauí.

“O São João do Piauí é uma das manifestações mais emblemáticas da nossa cultura, e estamos dedicados a preservar e promover suas tradições. Por meio do Piauí Junino, buscamos manter viva essa herança cultural, que reunirá todas as festividades juninas patrocinadas pelo Governo do Estado. Além disso, o momento vai ser também um espaço de reconhecimento e valorização dos mestres que são verdadeiros guardiões do nosso patrimônio vivo. É uma honra poder certificar cinco deles amanhã, reconhecendo não apenas suas habilidades e conhecimentos, mas também seu compromisso com a preservação da nossa identidade cultural. São pessoas que dedicaram suas vidas a transmitir os ensinamentos e as práticas que tornam nossa cultura única e especial”, finaliza o secretário da Cultura. 

COMENTÁRIOS